6 cuidados com o ar-condicionado do carro

O ar-condicionado do carro deixou de ser um item opcional e virou uma necessidade . Confira as dicas para cuidar do ar condicionado do seu veículo.

 O ar-condicionado do carro deixou de ser um item apenas de conforto.

 Possibilitando que o motorista trafegue com os vidros fechados, o sistema tornou-se também um item de segurança.  

 Mas é necessário ficar atento e tomar alguns cuidados para garantir o bom funcionamento. E assim, evitar problemas de manutenção e até de saúde, uma vez que o sistema respiratório pode (e muito!) se comprometer com a poluição de dentro do veículo. 

Confira a seguir seis cuidados fundamentais com o ar-condicionado do carro: 

 1 – Filtro de ar 

 O prazo de troca do filtro de ar varia de acordo com o uso do carro. Se o veículo não é usado constantemente, a troca demora mais (geralmente 20 mil km). 

 Mas se o carro é usado todos os dias e enfrenta muito engarrafamento (ou seja, maior poluição), é necessário checar a cada 10 mil quilômetros o nível de sujeira e avaliar a necessidade de troca. 

 Dessa forma, se você é fumante ou transporta frequentemente alguém que fuma, o período de troca também deve ser reduzido para 10 mil. 

Confira os benefícios do uso de aditivo no radiador

 2 – Bactérias 

 Impossibilitar a condensação de ar no interior das tubulações de ar evita a proliferação de bactérias que podem ser nocivas ao sistema respiratório.  

 A dica é desligar o ar-condicionado do carro minutos antes de estacionar, mantendo a ventilação ligada. Isso porque, se houver umidade, logo será secada pela circulação de ar. 

 3 – Gás do ar-condicionado 

 Aqui, o cuidado é mais com o “golpe” do que com o ar-condicionado do carro: o gás não tem prazo de validade e não precisa ser completado.  

 A única ocasião que demanda troca ou reposição é no caso de um vazamento. 

 4 – Ar-condicionado no frio 

 Mesmo no frio, ligue o ar-condicionado do carro por dez minutos, pelo menos uma vez na semana.

 É importante que gás e óleo circulem para lubrificar o sistema e não ressecar as mangueiras.  

 5 – Mau cheiro 

 Muitas vezes o motorista coloca a culpa do mau cheiro no estofado. Contudo, é preciso prestar atenção: pode vir do filtro do ar-condicionado do carro.  

 Com isso, encare como um indicativo de que é necessário trocar o elemento filtrante e higienizar o sistema de ventilação do veículo. 

 6 – Limpeza  

 Realizar uma higienização do ar-condicionado do carro com frequência mantém o funcionamento normal do sistema.  Além disso,  evita muitos problemas e desconfortos como os citados acima.  

 Além de haver estabelecimentos especializados nesse tipo de limpeza (feita com ozônio), há também opções de produtos que ajudam a fazer o serviço em casa, em 30 minutos.  

0 Comentários