Quando trocar o amortecedor? Veja 5 sinais de que chegou a hora!

Todos os carros – independente do modelo – possuem amortecedor, componente vital para garantir que você consiga dirigir o veículo de forma segura. 

Por quê?

O motivo é que o amortecedor compõe o sistema de suspensão do veículo, controlando seu movimento. 

Além disso, recai sobre ele a função de manter as rodas em contato com o solo, amortecendo os impactos gerados (como seu nome sugere).

Consequentemente, os amortecedores permitem a estabilidade do veículo durante as trepidações do trajeto, proporcionando estabilidade, segurança e conforto ao motorista.

Dessa forma, manter os amortecedores em bom estado significa menos desgaste tanto para os pneus, quanto para os componentes da suspensão. 

Ao mesmo tempo, essa é uma das formas de conservar o alinhamento do carro em dia. 

Quando trocar o amortecedor?

A troca do amortecedor deve ser feita quando houver algum sinal de desgaste indicando que sua vida útil chegou ao fim. 

Existe um consenso de que a revisão dos amortecedores deve ser feita, em média, depois de 40 mil quilômetros rodados. 

Entretanto, esse parâmetro não pode ser considerado como absoluto, uma vez que sua durabilidade vai depender de diversos fatores como, a maneira com que o veículo é conduzido ou o tipo de terreno em que transita. 

Se você mora em uma cidade com boas pistas, provavelmente seu amortecedor irá durar mais tempo do que o de um morador que frequentemente enfrenta vias acidentadas, por exemplo. 

A boa notícia é que seu carro apresentará sinais evidenciando que chegou a hora de trocar os amortecedores antigos por peças novas. 

Veja 5 sinais de que chegou a hora de trocar os amortecedores:

1 – Carro trepidando 

Quando os amortecedores estão desgastados, eles não amortecem o impacto do solo com eficiência. 

Como consequência, o carro balança mais que o normal, principalmente na parte traseira. 

Essas trepidações não são nada confortáveis ao motorista.

Afinal, quem quer se sentir dirigindo um touro mecânico ou um barco à deriva? 

2 – Curvas sem estabilidade 

Falamos no início do texto que os amortecedores são responsáveis por manter os pneus fixos ao solo, lembra?

Assim, quando desgastados, eles não conseguem mais exercer essa função, dificultando a resposta do veículo em curvas. 

Isso também compromete a rolagem da carroceria, de forma que o carro fique mais solto durante a curva, e nao consiga atingir a tangência necessária. 

É importante destacar que isso pode ser muito perigoso, uma vez que a instabilidade gerada pode fazer com que o motorista perca o controle.

3 – Barulhos na suspensão 

Geralmente, ruídos incomuns oriundos de alguma parte do carro não é bom sinal. 

Se toda vez que a suspensão trabalha, principalmente em declives e lombadas, seu carro emite algum barulho metálico estranho, procure um mecânico. 

É necessário identificar de onde vem esse ruído, que normalmente está relacionado ao desgaste de peças como os coxins e batentes. 

Venda de peças em Sorocaba: Veja como evitar os principais problemas do carro

Entretanto, isso tem relação direta com o funcionamento do amortecedor. 

4 – Desgaste dos pneus e dificuldade na frenagem

Como o carro é um sistema de peças interdependentes, um problema pode gerar uma reação em cadeia. 

Amortecedores desgastados aumentam o impacto do pneu com o solo devido às trepidações, desgastando-os. 

Além disso, ao não proporcionarem uma boa aderência dos pneus ao solo, dificultam no momento de frear o veículo. 

5 – Vazamento 

Outro sinal importante de que os amortecedores já estão no fim de sua vida útil é o vazamento de fluídos viscosos, como óleo. 

Para o bom funcionamento do sistema de suspensão é necessário que os amortecedores estejam sempre secos. Por isso, fique alerta a indícios de vazamento.

Precisa trocar seu amortecedor? 

A CP Fabbri tem tradição no mercado automobilístico, com uma equipe de especialistas para te ajudar a encontrar os produtos que você precisa. 

Além disso, conta com parcerias com os melhores fabricantes do setor, uma vez que preza pela qualidade e originalidade das peças comercializadas.

Faça seu orçamento!

0 Comentários