4 sinais que mostram a hora de trocar o fluido de freio

4 sinais que mostram a hora de trocar o fluido de freio

Essencial dentro de todo o sistema de frenagem do veículo, seja de um carro de passeio ou de um caminhão, o fluido de freio transmite e controla pressão exercida pelo pedal junto às pastilhas e sapatas, tambores e até mesmo as rodas que compõem o importante e complexo sistema que freia um veículo. É um elemento fundamental para garantir segurança e, por isso, separamos no post de hoje 4 sinais que mostram a hora de trocar o fluido de freio.

1 – Fique de olho na validade do fluido de freio: dependendo do tipo de fluido (veja abaixo no post) e indicação de fabricante do veículo, a validade do mesmo pode mudar. Em alguns casos, a validade é de 10 mil quilômetros.  Em outras situações, varia entre um e dois anos. O uso do carro também influencia na validade do fluido de freio.

2 – Nível: é fundamental ter o hábito de verificar o nível do fluido de freio, já que mesmo levemente abaixo do nível indicado, pode ocasionar problemas de frenagem no veículo. A dica para não correr riscos é procurar um local especializado para realizar toda a substituição do sistema de fluido de freio. É importante saber que ao contrário do óleo de motor, o fluido de freio não pode “somente” ser completado até o nível indicado. É preciso realizar a troca de todo o sistema.

3 – Luz no painel: assim que o sistema de frenagem verificar mudança na pressão que o pedal exerce junto aos outros elementos do sistema, ou o nível do reservatório do fluido estiver abaixo do mínimo aceitável, uma luz indicativa irá aparecer no painel do carro. Normalmente é o ponto de exclamação (!) na cor vermelha, justamente para chamar a atenção do motorista.

4 – Dificuldade de frenagem: ao reparar que o pedal do freio está “mais longo” em seu curso, fique atento: pode ser a hora de trocar o fluido de freio. Repare também se há perda de força (do pedal) durante o ato de pisar no freio, já que isso pode indicar baixo nível de fluido ou mesmo ausência total. Outro detalhe mais perceptível e, consequentemente mais perigoso, é quando o freio literalmente não funciona adequadamente ou demora muito para frear o veículo.

Tipos de fluidos de freio

Os fluidos de freio são classificados conforme seu ponto de ebulição e tal normatização é feita pelo Ministério de Transportes dos Estados Unidos através do Departament of Transportation. São estes os tipos que você encontra no mercado especializado:

  • DOT 3
    • Ponto de ebulição fluido seco: 205ºC
    • Ponto de ebulição fluido contaminado com água: 140ºC
  • DOT 4
    • Ponto de ebulição fluido seco: 230ºC
    • Ponto de ebulição fluido contaminado com água: 155ºC
  • DOT 5 (Base de silicone)
    • Ponto de ebulição fluido seco: 260ºC
    • Ponto de ebulição fluido contaminado com água: 180ºC
  • DOT 5. 1 (Base não-silicone)
    • Ponto de ebulição fluido seco: 270ºC

Ponto de ebulição fluido contaminado com água: 190ºC

1 Comentário

  • sergio

    o site é fantástico a empresa oferece inúmeros serviços, pena que peca em atendimentos básicos como atendimento ao telefone,já haviam me falado e não acreditei,no final fiquei quase uma hora esperando, as pessoas atendiam e jogavam na espera sem dar chance nem de falar ,isso em todos os telefones do site,parece que é uma postura de todos os vendedores da empresa,não achei um sac para reclamar então postei aqui mesmo na esperança de um superior visualizar e mudar esse cenário lamentável.

    Responder
  • O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *