Como saber se você está com um amortecedor ruim e o que pode acontecer?

quando trocar o amortecedor ruim

O amortecedor é um importante componente do carro, tendo em vista que é responsável por garantir estabilidade.

A estabilidade do veículo é importante tanto para para o conforto do motorista e dos passageiros quanto para a segurança deles.

Isso porque um automóvel instável pode acabar acarretando sérios acidentes de trânsito que podem comprometer outros motoristas e pedestres. 

Nesse sentido, é de suma importância saber identificar um amortecedor ruim e quando trocá-lo.

Além disso, é fundamental saber, ainda, o que pode ocorrer caso o amortecedor não seja substituído e como evitar esse tipo de problema.

Considerando esses pontos, nós, da Center Peças Fabbri, resolvemos escrever este post, para responder todas essas questões.

Se você deseja saber mais sobre o assunto, continue acompanhando o conteúdo. Boa leitura!

Como identificar um amortecedor ruim?

Como vimos, o amortecedor é responsável por garantir a estabilidade do veículo.

Então, uma forma de identificar se o equipamento está comprometido é verificar o comportamento do carro ao ultrapassar lombadas, valetas e buracos.

Além disso, avalie como o carro reage durante a realização de uma curva.

Caso ele oscile muito, é sinal de que os amortecedores não estão funcionando adequadamente.

Sendo assim, se você perceber isso, realize o teste a seguir. 

Com o automóvel desligado na garagem, pressione a carroceria para baixo e solte. 

Se o carro continuar balançando para cima e para baixo mais de uma vez, é necessário trocar a peça.

Quando o amortecedor deve ser trocado?

A instabilidade do carro pode comprometer a segurança de motoristas, passageiros e pedestres.

Desse modo, não espere o seu amortecedor apresentar sinais de falha para trocá-lo; realize a manutenção preventiva.

Esse tipo de manutenção, diferente da corretiva, que conserta e substitui peças apenas após o problema ocorrer, realiza essa operação precocemente.

Para saber o momento adequado de realizar tal manutenção, é necessário verificar o manual de instruções da fabricante do amortecedor.

Lá, será possível identificar a quilometragem exata para reavaliação da peça.

Normalmente, essa quilometragem corresponde a 10.000 km percorridos.

Vale destacar que, ao investir na manutenção preventiva, você evita que todo o sistema de suspensão seja comprometido.

Além disso, caso o amortecedor esteja gasto, o veículo exigirá mais dos pneus.

Assim, além de evitar acidentes graves, a manutenção periódica reduz gastos. 

Como evitar problemas com o amortecedor?

Conforme apresentado, uma das formas de evitar problemas com o amortecedor é optar pela manutenção preventiva. 

No entanto, além disso, outra forma de garantir seu bom amortecedor é investir em peças de alta qualidade.

Nesse sentido, adquira as peças de seu veículo em uma empresa com prestígio no mercado e verifique se consta o selo do Inmetro em sua embalagem.

A Center Peças Fabbri é uma empresa do ramo automobilístico que atua há mais de 50 anos no mercado com a venda de peças e prestação de serviços.

Então, quando trocar o amortecedor do carro, não pense duas vezes. Entre em contato com a Center Peças Fabbri!