Entenda os perigos da sobrecarga de caminhões e carretas

caminhões e carretas

Dirigir caminhões e carretas ou mesmo gerenciar uma empresa que faz fretes é, sem dúvidas, uma grande responsabilidade.

A pressão pela entrega de produtos no prazo, as preocupações com a frota de veículos, a segurança daqueles que colocam o pé na estrada…

São muitos fatores a se preocupar.

E às vezes, para evitar uma maior quantidade de viagens ou veículos, e atender todas as expectativas citadas, muitos acabam por sobrecarregar os caminhões.

Essa prática, todavia, que parece positiva a princípio, pode gerar grandes prejuízos com o passar do tempo.

Problemas nos freios dos caminhões e carretas

Os sistemas de frenagem são desenvolvidos levando em conta que eles terão que funcionar para conseguir parar um veículo com um peso máximo pré-determinado.

Quando esse peso é superado, naturalmente os freios necessitam realizar um “esforço extra” para que funcionem corretamente.

E com o passar do tempo, isso desgasta os veículos, que podem necessitar de uma troca de discos de freio.

Aumento consumo combustível

Todos que fazem frete certamente buscam gastar o mínimo de combustível possível para que cada viagem seja rentabilizada ao máximo.

Caminhões e carretas sobrecarregadas tendem a aumentar consideravelmente seu consumo de combustível.

Isso acontece justamente pelo fato de o motor estar operando de forma a compensar, com potência, o aumento da carga.

Portanto, se a intenção é economizar combustível, a sobrecarga do veículo pesado definitivamente não é uma boa ideia.

Risco crescente de acidentes de caminhões e carretas

Outro perigo trazido pelo uso de cargas que excedem a capacidade de caminhões e carretas é o crescente risco de acidentes de trânsito.

Afinal, manobrar um veículo pesado já é mais complexo do que o normal. E quando se adiciona ainda uma carga extra, essa dificuldade aumenta.

Além disso, veículo sobrecarregados, na maior parte dos casos, ficam muito mais lentos. Algo que dificulta o tráfego.

Aumento dos custos de manutenção

Por fim, um grande prejuízo da sobrecarga está no fator financeiro. Ao passar dos anos, os custos de manutenção ficam cada vez maiores.

Consequentemente, os reparos e as peças necessárias vão ficando mais caras. Isso normalmente já aconteceria com todos os veículos que fazem frete.

Por outro lado, para aqueles que são sobrecarregados com frequência, os custos podem ser exorbitantemente maiores.

Assim, previna-se para não chegar nesse ponto. 

Entretanto, caso precise de algum reparo, entre em contato com a Center Peças Fabbri. 

Somos referência em serviços automotivos e venda de auto peças da linha de veículos pesados.

0 Comentários