Quando trocar o óleo do carro?

Quando trocar o óleo do carro?

Para poder dirigir por aí sem preocupações, é preciso conservar cada parte do carro. Entre os cuidados essenciais, a troca do óleo deve ser tratada com atenção – pois sem uma boa lubrificação das peças o desempenho pode cair e até mesmo causar problemas maiores.

Com o passar do tempo e o aumento dos quilômetros rodados, a viscosidade desse lubrificante perde sua qualidade e compromete o desempenho do carro, aumentando o consumo de combustível. O óleo é responsável não apenas pela lubrificação, como também pela refrigeração do motor.

Quando o carro começa a apresentar ruídos estranhos, dar falha na partida e superaquecimento, é hora de realizar a troca. Mas é possível evitar esses problemas mesmo antes de aparecerem – basta saber a hora certa de trocar o óleo do carro.

Além do motor, há outras partes que precisam de óleo para seu bom funcionamento – cada uma com uma recomendação específica. Vale revisar todas elas e ficar atento a qualquer sinal de anormalidade.

Óleo do motor: Cada modelo possui uma recomendação específica quanto à troca de óleo do motor, mas em condições gerais ela deve ocorrer a cada 10 mil a 15 mil quilômetros (equivalente a um ano), ou a cada 5 mil a 7 mil quilômetros (aproximadamente seis meses), em casos em que o veículo trafega com maior intensidade.

Óleo da caixa de câmbio: Ele só precisará de troca se o veículo tiver transmissão automática. A recomendação é fazê-la a cada 40 mil a 60 mil quilômetros e checar os níveis a cada revisão ou semestralmente. Vale também checar o Manual do Proprietário, pois cada modelo precisa de um cuidado específico.

Fluido de freio: A atenção a esse tipo de óleo deve ser alta, pois ele contribui diretamente com a eficiência da frenagem. Sua troca deve ser realizada a cada 40 mil quilômetros ou dois anos. Após esse período, o fluido pode oxidar, pois ele absorve água para agilizar seu resfriamento após o acionamento do freio.

Óleo da direção hidráulica: Embora não seja recomendada sua troca pelos fabricantes, é preciso se atentar à necessidade de reposição, evitando futuros desgastes no sistema de direção.

Além da troca do óleo, vale pensar na reposição do filtro do óleo sempre a cada duas trocas de lubrificante.

Trocar ou repor?

Em geral, a recomendação é checar os níveis do óleo ao reabastecer o combustível. Para não gerar falsos resultados, aguarde cerca de cinco minutos após o desligamento do motor para checar os níveis.

O mais recomendado é fazer a troca completa, mas se o tempo de reposição ainda está longe, você pode considerar completar os níveis – desde que você saiba qual o óleo que já está no seu carro. Isso porque existem bases e viscosidades diferentes, e a mistura desses compostos pode te levar mais cedo ao mecânico.

Aqui você encontra tudo o que seu carro precisa para rodar com potência e segurança. A CP Fabbri possui peças automotivas e serviços com agilidade e excelência. Com a “Troca de Óleo”, na unidade da Avenida Ipanema, você conta com especialistas que deixarão a lubrificação de todos os componentes do veículo em perfeitas condições. Conheça nossas unidades e aproveite todas as facilidades que só a CP Fabbri oferece. Possuímos os melhores preços da região, venha conferir!

Quer receber nossos conteúdos exclusivos? Preencha abaixo:



0 Comentários