Fluido do radiador: quando devo trocar?

Fluido do radiador: quando devo trocar?

Um dos itens essenciais que você deve ficar de olho é o fluido do radiador, que é responsável por manter a refrigeração do motor e de todo o sistema mecânico. Sem ele, você pode ter sérios problemas e até mesmo perder o motor – o que pode causar um prejuízo financeiro enorme.

Para que você saiba como fazer a manutenção correta, trouxemos as principais informações sobre o fluido do radiador. Entenda o que é o fluido do radiador, qual sua real função e como saber a hora de fazer sua troca.

O que é o fluido do radiador?

Este fluido é uma mistura de água com aditivos capazes de manter o equilíbrio término inteiro do carro. Ele é importante pois garante o resfriamento do motor, que com sua atividade intensa pode superaquecer toda a parte mecânica.

Ao fazer o resfriamento do sistema mecânico, o fluido do radiador está prevenindo a dilatação ou fusão excessiva das peças, que pode causar graves panes no sistema.

Mas para que o fluido do radiador possa cumprir seu papel, é preciso utilizar a substância correta – e não completar com água, como muitos ainda fazem. Ao utilizar o produto certo, você está contribuindo com a manutenção das peças mais limpas e ainda aumentando o desempenho do sistema de arrefecimento.

Benefícios do fluido do radiador para seu carro

São diversos benefícios que o fluido do radiador, quando em perfeitas condições e sem adição extra de água no reservatório, pode trazer para o desempenho do seu carro:

  • Reduz o nível de corrosão das peças;
  • Protege as juntas e mangueiras para impedir o ressecamento exagerado;
  • Elimina os riscos de cavitação, ou seja, diminui a formação de bolhas causadas pela diminuição da pressão total;
  • Mitiga a condutividade elétrica da água.

Quando trocar o fluido do radiador

Em geral, as montadoras recomendam que seja feita a troca do fluido do radiador a cada 30 mil quilômetros rodados ou a cada 12 meses, no máximo. Isso garante que o fluido utilizado esteja livre de impurezas e pronto para garantir o resfriamento do motor.

Mas a necessidade de troca pode aparecer antes mesmo do tempo recomendado, e é preciso estar atento aos sinais que o carro pode dar. Se houver barulho e liberação de fumaça ao dirigir, isso pode ser um caso de excesso de fluido passando pela câmara de combustão.

Para verificar o que está acontecendo, lembre-se sempre de esperar o motor esfriar por completo. Vale fazer a checagem do fluido a cada 15 dias e manter o nível sempre entre o mínimo e o máximo. Também vale se atentar ao medidor de temperatura no painel do veículo. Se estiver muito próximo à marca vermelha, leve a um mecânico para análise.

Sem a troca recomendada, o seu carro pode ter prejuízos na válvula termostática, sofrer rompimento da mangueira e ainda fundir o motor. Se você busca mais segurança e desempenho para dirigir por aí, conte com os serviços da Center Peças Fabbri.

Além das peças automotivas e acessórios que você já conhece, agora você também conta com serviços de manutenção, que cuida do seu carro e te dá mais tranquilidade e praticidade para rodar pela cidade. Solicite um orçamento e aproveite os melhores preços da região!

0 Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *