Entenda a importância da troca de água para o motor

Entenda a importância da troca de água para o motor

Para estar em movimento, o carro precisa fazer a queima do combustível – surgindo a necessidade de resfriamento do motor. Quem executa esse papel é o sistema de arrefecimento, que precisa estar com a quantidade de água sempre no nível correto do seu reservatório. Sem isso, o motor pode perder seu desempenho, parar de funcionar ou até mesmo pegar fogo.

O sistema de arrefecimento também garante que demais peças não derretam com a queima do combustível. Mas você sabe qual é a hora certa de fazer a sua manutenção? Confira agora como funciona este sistema e entenda sua importância para a preservação do motor.

Peças do sistema de arrefecimento

As peças que contribuem para o resfriamento do motor são as mangueiras, o radiador, a ventoinha, a bomba d’água, o vaso de expansão, a válvula termostática e, no meio de tudo isso, um líquido, composto 50% por água desmineralizada e 50% por aditivo a base de etileno glicol. Essa mistura estabiliza o ponto de ebulição em temperaturas mais elevadas, em torno de 130ºC a 150ºC, e também permite o não congelamento da água em temperaturas de zero a -50ºC.

Como funciona a troca de água para o motor

Para estabilizar o calor do motor, o líquido percorre sua parte interna sem entrar em contato com os fluidos de combustão, até chegar ao radiador. Ao fazer esse percurso, o líquido transfere seu calor para o ar.

O caminho é guiado pelas mangueiras e controlado pela válvula termostática, que bloqueia o fluido quando consegue resfriar o motor e libera quando o motor ultrapassa determinada temperatura. Quem coloca o líquido em movimento pelo sistema é a bomba d’água.

Esse processo só ocorre com o veículo em movimento. Quando parado, o líquido fica alojado em um vaso de expansão. A ventoinha também ajuda a retirar o calor do motor, direcionando ar para dentro do motor exatamente como um ventilador.

Cuidados com o sistema de arrefecimento

Para que o motor não sofra danos permanentes, o motorista precisa ter total atenção com o sistema de arrefecimento. O primeiro cuidado é com o seu abastecimento: utilize apenas o líquido certo, evitando o uso da água da torneira, que pode danificar o motor. Com a mistura da água desmineralizada com o aditivo, você também estará evitando a oxidação das peças, garantindo mais tempo longe da manutenção.

Checar o nível do líquido também é tarefa importante. Vale ressaltar que não se deve abrir o vaso de expansão com o veículo ligado ou minutos depois que o motor parou de funcionar. Outro ponto importante é não abrir o reservatório, e checar olhando pela parte transparente do tanque. Se o nível estiver baixo, leve o veículo na oficina. Neste momento, vale aproveitar para fazer a limpeza dos demais componentes do sistema e drenar a composição.

Na Center Peças Fabbri você encontra peças do sistema de arrefecimento para o seu carro, das melhores marcas e com os melhores preços da região. Dê mais desempenho para o seu veículo – conte conosco para trocar suas peças ou fazer serviços de manutenção. Solicite um orçamento!

0 Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *